Beleza e Bem Estar

Cinco produtos de beleza que devem viver na gaveta do seu escritório

257

De certeza que tem a secretária apetrechada de canetas e post-its. E produtos de beleza essenciais? Preparámos um kit SOS que lhe vai salvar a pele e o cabelo. Acredite, vai precisar dele.

Getty Images

De segunda a sexta-feira, gastamos mais de um terço do nosso tempo a trabalhar — oito horas por dia, 40 horas por semana, 176 horas por mês, duas mil horas por ano, mais coisa, menos coisa. E se estamos todas essas horas enfiadas num cubículo, num escritório ou noutro local, vamos obrigatoriamente precisar de botes de salvação porque a pele não deixa de funcionar só porque estamos ocupadas. Na verdade, é quando estamos ocupadas que nos prega partidas.

Tal como temos à nossa volta objetos essenciais – telefone, computador, agenda, canetas, post-its, agrafador, caneca de chá – também há certos produtos de beleza que deveriam viver na gaveta do escritório porque vão, literalmente, salvar-nos a vida. Diga adeus ao aspeto fantasmagórico que, muitas vezes, já tem na hora de almoço. Para criar um kit de refresh para a sua gaveta, vai precisar destes novos amigos:

1. Toalhitas absorventes de oleosidade

“Eu não acumulo óleo na minha pele”, deve estar a pensar. Mas de certeza que, pela hora de almoço, já apoiou o rosto na mão mais vezes do que aquelas de que se lembra, e a zona T (testa, nariz e queixo) está mais brilhante do que batatas fritas a saírem da frigideira. A acumulação de óleo na superfície da pele é, resumidamente, uma forma de a proteger da desidratação que é natural e que acontece ao longo do dia. Ter toalhitas que removem a oleosidade pode ser um SOS para os dias em que brilhamos como diamantes – absorvem o excesso de óleo sem retirar a maquilhagem e deixam a pele com um acabamento mate, tal como quando nos acabamos de maquilhar de manhã.

Imagem 1 secretaria

Toalhitas absorventes de oleosidade, Mary Kay, PVP: 11€; Oil-Control Blotting Paper, Shiseido, PVP: 22.50€. 

2. Champô seco

Para quem anda de transportes, e não só, apanhar chuva e chegar ao emprego com o cabelo num estado lastimável não é novidade. Mas, se tiver um champô seco na gaveta da sua secretaria, tem o problema resolvido em segundos. De maneira geral, os champôs secos limpam o cabelo sem ter de o lavar porque absorvem o excesso de secreções sebáceas, deixando-o brilhante, sem resíduos, e novamente com um aspeto limpo, com volume e com o styling prolongado.

Imagem 2 secretaria

Fresh Dust, L’Oréal Professionnel, PVP: 17,90€; Champô Seco extra-suave Leite de Aveia, Klorane, PVP: 11,80€; Naturia Champô Seco, René Furterer, PVP: 14,30€. 

3. Água termal e de beleza

Esqueça os patrões. Os ares condicionados e os aquecedores são os verdadeiros maus da fita da vida laboral – fazem demasiados estragos na nossa pele, secando-a. É aqui que os vaporizadores de água termal e as águas de beleza podem ser um SOS ao longo do dia. E não, não são meras águas. Têm propriedades próprias que vão acalmar a pele, refrescar, diminuir a sensação de desconforto e dar um boost de luminosidade ao rosto. Não tiram a maquilhagem nem deixam a pele oleosa.

imagem 3 secretaria

Eau de Beauté, Caudalie, PVP: 10,90€ (30ml), 32€ (100ml); Eau Thermal Vaporizador de Água Termal, Vichy, PVP: 8,30€ (150ml); Eau Thermale, Uriage, PVP: 4€ (50ml), 11,95€ (300ml).

4. Hidratante para mãos e lábios

Não é só a pele do rosto que se estraga e seca entre os aquecedores e os ares condicionados. Os escritórios podem ser tal e qual aviões e deixar as nossas mãos e lábios gretados, secos e desidratados, por estarem constantemente expostos. Enquanto estiver a trabalhar, esqueça os batons com cor, a não ser que sejam batons com componentes protetoras. Aposte em produtos de atuação rápida, hidratação forte, e vá aplicando ao longo do dia. A ideia é criar uma película invisível, apaziguante e fortificante. Nota: lembre-se que as mãos e os lábios também envelhecem e mantê-los diariamente hidratados é meio caminho andado para minimizar os sinais de envelhecimento.

Imagem 4 secretaria

Crème Jeunesse des Mains, Clarins, PVP: 18,35€; Re-Nutriv Intensive Smooth Hand Creme, Estée Lauder, PVP: 51,75€; Revê de Miel Lip Balm, Nuxe, PVP: 11,40€; Crème de Rose, Dior, PVP: 25€. 

5. Produtos SOS

Depois de falar ao telefone uma e outra vez, de comer um snack a meio da manhã, colocar óculos, tirar óculos, apoiar o rosto nas mãos, passar horas a olhar para o computador… a pele começa a ficar oleosa e a maquilhagem a sair. Raramente alguém chega à hora de almoço com uma maquilhagem impecável. A solução? Tenha produtos que cumpram várias funções, para não parecer que tem a Perfumes & Companhia na gaveta do trabalho, ou que sejam bons SOS para retocar durante o dia. Eis a nossa lista: 1) um pó translúcido porque vai desenrascar se não tiver toalhitas anti-oleosidade e absorver o brilho. 2) um kit batom+blush porque servem dois propósitos: dar cor aos lábios e às maçãs do rosto. Ideal para o fim do dia, quando já estamos fantasmagóricas. 3) um corretor que oculte alguma imperfeição indesejada – manchas e borbulhas, por exemplo. 4) uma base em pó para corrigir o tom de pele irregular com que ficamos à hora de almoço quando metade da base já desvaneceu. 5) E por último, um sérum rápido de olhos que acalme os olhos cansados, as olheiras e ilumine o olhar. Bye bye aspeto cadavérico.

Imagem 5 secretaria

Kiss & blush, Yves Saint Laurent, PVP: 36€; Corrector Dermablend Stick, Vichy, PVP: 14,80€; Sérum de olhos All About Eyes, Clinique, 30,60€; Base em pó Perfect Smoothing Compact Foundation, Shiseido, PVP: 46,80€; Pó translúcido Poudre Première, Givenchy, PVP: 42,80€.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho
323

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)