Caso José Sócrates

Advogado de Sócrates manda jornalista “tomar mais banho”. Correio da Manhã processa-o

4.561

O advogado do ex-primeiro-ministro recusou-se a fazer comentários à saída do Supremo Tribunal de Justiça e fez aquilo que o diretor do Correio da Manhã classifica de "ataque vil e baixo".

João Araújo esteve de manhã no Supremo Tribunal de Justiça, que recusou ao início da tarde o pedido de 'habeas corpus'

© Hugo Amaral/Observador

O Correio da Manhã vai interpor um processo contra o advogado de defesa de José Sócrates, João Araújo, que esta manhã aconselhou uma jornalista daquele jornal a “tomar mais banho porque cheira mal”. Tudo se passou à porta do Supremo Tribunal de Justiça, na Praça do Comércio, em Lisboa, quando o advogado do ex-primeiro-ministro saía da audiência sobre o habeas corpus que apresentou.

Perseguido por alguns jornalistas, João Araújo recusou fazer comentários. “Desampare-me a loja”, disse o advogado à jornalista Tânia Laranjo, do Correio da Manhã, que transmitiu toda a cena em direto na televisão. “A senhora devia tomar mais banho porque cheira mal”, afirmou de seguida, à medida que ia sendo questionado pela jornalista. “Esta gajada mete-me nojo”, diria ainda, sempre a ser acompanhado pela equipa de reportagem da CMTV.

 

Para Octávio Ribeiro, diretor do jornal, João Araújo “ultrapassou todas as marcas” e “todas as regras da sua profissão e as regras que se aplicam a qualquer cidadão”. Por esse motivo, “o Correio da Manhã está disposto a processar João Araújo, é o mínimo que se pode fazer a este senhor”, comentou, acrescentando que as palavras do advogado constituíram um “ataque absolutamente vil [e] baixo”.

Ao início da tarde desta segunda-feira, o habeas corpus pedido para José Sócrates foi recusado pelo Supremo Tribunal de Justiça.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Sporting

O país do sol aos quadradinhos

Miguel Alvim

Como nos casos BPN, BPP, BES/NOVO BANCO/PT, no processo Casa Pia ou na tentativa do assalto ao poder de José Sócrates, também no Sporting a solução eficiente acabará por ser judiciária.

Sporting

Bruno de Carvalho/Sócrates: semelhança e diferença

Filipe Arantes Gonçalves
518

Ambos tentam compensar défices na auto-estima com um narcisismo doentio, embora José Sócrates mantenha o contacto com o real, enquanto Bruno de Carvalho perde essa relação através do delírio paranóide

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)