É comum nos concursos de talentos na televisão existir a figura do “jurado mau”. Responsável pelos comentários sarcásticos e, por vezes, demasiado sinceros, a figura é geralmente equilibrada pela presença de outros jurados mais empáticos, de modo a criar tensão e gerar debate no público sobre a qualidade dos candidatos. Esta dinâmica ganhou notoriedade com Simon Cowell, o “jurado mau” do reality show American Idol de 2002 a 2008, e desde então parece ser reproduzida em todos os painéis de jurados na televisão mundial.

Neste domingo, a Nova Zelândia levou a personificação de “jurado mau” a um outro nível. Durante a primeira gala em direto do programa The X Factor, os jurados Natalia Kills e Willy Moon uniram-se para criticar o candidato Joe Irvine. A novidade? Os comentários não diziam respeito a sua atuação e sim a sua aparência por lembrar a maneira de vestir-se de Willy Moon, marido de Natalia Kills, chamando-lhe de “atrocidade artística”.

“Senhoras e senhores, vou apenas dizer o óbvio: nós temos uma cópia. Como uma artista que respeita a integridade artística e propriedade intelectual, eu estou realmente enojada com a forma como copiou o meu marido. Do cabelo até o fato, você não dá valor ou respeito à originalidade? É barato, é nojento. É uma atrocidade artística. Eu estou absolutamente incomodada e constrangida estar aqui na sua presença”, disse Natalia aos gritos.

O vídeo da crítica tornou-se viral.

https://www.youtube.com/watch?v=ItEcbh-lyl4&t=53

Após o comentário da cantora, Willy Moon continuou a crítica a aparência de Irvine. “Para mim isso tudo parece um pouco foleiro e absurdo. É como Norman Bates [personagem do filme “Psico”] vestido com as roupas da mãe, só que um pouco mais bizarro. Sinto que vais costurar a pele de alguém na cara e depois matar toda a plateia. Mas… É isso que você vai fazer?”, questionou.

Durante os comentários, Joe Irvine manteve a calma e apenas respondeu “Eu acho que estou bem”. A este comentário, a cantora acrescentou: “Eu acho que está bem porque está vestido como o meu marido”. O episódio ganhou as redes sociais da Nova Zelândia, que acusaram o casal de bullying, e ganhou uma petição online a pedir a demissão dos dois jurados. Após a repercussão negativa do episódio em todo o mundo, o presidente-executivo do canal TV3, Mark Weldon, anunciou o afastamento do casal do programa. “Na noite passada no X Factor tanto Kills como Moon fizeram comentários que foram completamente inaceitáveis. Jurados são para fazerem críticas das performances, não toleraremos mais comentários destrutivos como estes de qualquer um dos jurados”, disse.

Até o momento, Natalia Kills e Willy Moon não se pronunciaram sobre o episódio. No entanto, a cantora utilizou a sua conta no Twitter para agradecer o apoio dos seus fãs.

https://twitter.com/NataliaKills/status/577232620989194241

Natalia Kills é uma cantora e compositora inglesa e lançou dois discos de pop eletrónico com o selo do produtor will.i.am, do grupo Black Eyed Peas. Willy Moon é um cantor neozelandês e tem um disco. Estão casados desde 2014 e começaram a trabalhar no programa este ano.