A fabricante de aviões brasileira Embraer, a quarta maior do mundo no setor, divulgou hoje que entregou 20 jatos para a aviação comercial e 12 para a aviação executiva no primeiro trimestre de 2015.

A carteira de pedidos firmes (‘backlog’) em 31 de março era de 20,4 mil milhões de dólares (19 milhões de euros).

Relativamente ao tipo de modelos, os 20 aviões comerciais foram o E175 e os executivos, 10 jatos leves e dois grandes.

No primeiro trimestre deste ano, a empresa anunciou o pedido firme da KLM Cityhopper, para 15 jatos E175 e dois E190. O contrato também inclui opções para 17 E-Jets adicionais.

No mesmo período, a fabricante brasileira de aviões e a Republic Airways Holdings Inc. assinaram contrato firme para cinco jatos E175. A previsão de entrega das aeronaves é em meados de 2016.

A Embraer possui duas fábricas em Évora inauguradas em 2012, após um investimento de quase 180 milhões de euros, e um centro de engenharia e tecnologia aberto no ano passado.

Na cidade alentejana, a empresa produz componentes e peças para o avião executivo Legacy 500, o comercial E1, a aeronave militar KC-390 e também para os protótipos dos aviões comerciais E-Jets E2.