Uma nova-iorquina fotografou e partilhou no Twitter um fenómeno raro: quatro arcos-íris juntos.

A imagem, que se tornou viral nas redes sociais, mostra os vários arco-íris a entrelaçarem-se, formando um arco-íris impressionante.

A responsável por captar o momento foi Amanda Curtis, consultora e designer de moda. Os arcos-íris quádruplos existem, mas são fenómenos extremamente raros. Em 250 anos só se avistaram 5 arcos-íris triplos e quádruplos, de acordo com a revista LiveScience de 2011.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os arcos-íris são o reflexo do embate da luz nas gotas de chuva. Os duplos acontecem quando a luz se reflete nas gotas de chuva duas vezes. E é possível, mas muito raro, chegar a refletir três ou quatro vezes. Este tipo de arcos-íris são pouco prováveis porque a cada reflexo a luz do novo reflexo torna-se cada vez mais fraca e, por isso, quase impossível ver a olho nu.

Já em 2010, um usuário do Youtube captou em vídeo o que aparenta ser um arco-íris duplo.

Apesar de ser possível, muitos especialistas vieram já dizer que a imagem partilhada no Twitter pela nova-iorquina não se trata de um arco-íris quádruplo, mas sim de um “arco-íris refletido.”

“O que aconteceu esta manhã em Nova Iorque foi um fenómeno diferente do de um arco-íris quádruplo,” disse Jeff Masters, diretor de meteorologia do Weather Underground, à ABC News. Para Masters, trata-se de reflexos de um corpo de água, que acontecem quando a luz é refletida primeiro na água, neste caso a baía de Nova Iorque, e, em seguida, volta a mostrar-se através das gotículas.

Também Raymond Lee, professor de meteorologia da Academia Naval dos Estados Unidos da América que estuda e escreve sobre arcos-íris raros, acredita não se tratar de um arco-íris quádruplo. Mas, Raymond Lee, aplaude a fotografia: “É uma fotografia difícil de captar.” “Sou miserável a tirar fotografias de arcos-íris,” acrescenta Lee.

De acordo com especialistas, o arco-íris quádruplo precisa que o terceiro e quarto arco-íris estejam do lado oposto do céu.