O presidente do Sporting disse que pretende estabelecer um modelo de cooperação “para ajudar no desenvolvimento do desporto em São Tomé e Príncipe”, onde os ‘leões’ têm intenção de instalar uma academia de futebol.

Bruno de Carvalho, que iniciou hoje uma visita de dois dias ao arquipélago a convite do ministro são-tomense do Desporto, Marcelino Sanches, foi recebido pelo primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

“Pretendemos aproximar ainda mais aquilo que são as nstalar entre São Tomé e o Sporting e teremos várias reuniões com os senhores ministro e o primeiro-ministro e com o presidente da Federação São-tomense de Futebol, em que vamos falar da cooperação”, disse a saída do encontro com o chefe do executivo.

Nesse sentido, o clube pretende construir uma Escola Academia Sporting de futebol em São Tomé, à semelhança do que já fez noutros países, como África do Sul ou Canadá, por exemplo, e do que está previsto para Angola.

“É um projeto para ser concretizado, não tem duvida nenhuma e é por isso que nós fizemos questão de estar aqui, fiz questão de vir cá, estar aqui com os sportinguistas e fiz questão de demonstrar claramente que a aproximação entre o sporting e São Tomé e Príncipe é muito forte e que temos vontades que esses projetos concretizem”, disse Bruno de Carvalho.

O presidente do Sporting disse ainda que “uma das vontades que o Sporting tem é reativar” as suas relações com as suas “filiais” e “clubes” espalhados por todo o mundo.

Bruno de Carvalho deixa São Tomé na quinta-feira à noite via Luanda.