Ciência

Música felina. Os gatos também sabem apreciar música

874

A Universidade de Maryland e a Universidade de Wisconsin compuseram música adequada para a audição felina, com ronronares e lambidelas, e mostraram que os gatos também gostam de música.

Quando a música feita para gatos começou a ser tocada, eles mostraram sinais de contentamento e euforia

Getty Images

Qualquer amante de música conhece as propriedades terapêuticas que ouvir uma determinada canção pode ter. E se a música pudesse ter o mesmo efeito nos gatos? Um estudo prova que sim e até foram feitas canções apropriadas para os felinos. As universidades norte- americanas de Wisconsin e de Maryland juntaram-se para compor música apropriada para gatos e para estudarem a reação dos gatos às composições.

“Nós procurámos pela vocalização natural dos gatos e combinámos a nossa música com o mesmo alcance de frequência deles, que é uma ou mais oitavas do que as vozes humanas”, disse o líder da investigação Charles Snowdon à Discovery News. Na música feita à medida do ouvido humano, o ritmo tenta imitar o do batimento cardíaco. A equipa tentou, então, criar a música feita para gatos tentando replicar o tempo das coisas que os gatos achariam interessante: ronronar ou de amamentar. “E como os gatos usam muitas frequências deslizantes nas suas invocações, a música felina tinha que ter muitas mais músicas deslizantes do que a música para humanos”, disse Snowdon.

Snowdon e a sua equipa tocaram músicas apropriadas para felinos a 47 gatos domésticos e os investigadores viram como eles reagiram em comparação com o comportamento de quando estavam a escutar a “Air” em sol de Johann Sebastian Bach e o “Elegie” de Gabriel Fauré, dois temas clássicos. O estudo, publicado na Applied Animal Behavioural Science, indica que os gatos não respondem à música feita para o ouvido humano. Mas quando a música feita para gatos começou a ser tocada, eles mostraram sinais de contentamento e euforia e começaram a aproximar-se das colunas, esfregando as suas glândulas odoríferas.

É possível ouvir as canções apropriadas para gatos aqui: A “Spooks ditty”, a “Cozmo air” e a “Rustys Ballad“.Enquanto compor música para gatos pode parecer desinteressante e sem relevância, Snowdon afirma que a pesquisa pode abrir portas para novas maneiras de acalmar os gatos e de os deixar mais felizes. “Os resultados sugerem novas maneiras apropriadas de usar a música para enriquecer o ouvido não-humano”, lê-se no sumário executivo do artigo.

Um dos co-autores, David Teie, já tinha provado que os macacos Sanguinus também respondem de forma especial a músicas especificamente compostas para as suas características. Os investigadores esperam que este estudo se torne num incentivo para que outras melodias sejam compostas para mais espécies.

 

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Espanha 2015

Nem tudo vale na política

Dantas Rodrigues

Oportunismos como o da candidatura de Manuel Valls em Barcelona é que degradam a imagem da política e alimentam a propagação de partidos populistas sejam eles de extrema-direita ou de extrema-esquerda

Igreja Católica

Tríptico europeu /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A Europa do terceiro milénio, perdida a sua identidade cristã, que era a razão de ser da sua unidade e grandeza, é um continente à deriva.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)