O ministro dos Assuntos Europeus de David Cameron revelou que o primeiro-ministro britânico quer agendar um referendo para decidir a permanência do Reino Unido na União Europeia antes de 2017.

David Lidington afirmou que as conversas com os líderes europeus estão a “ganhar ritmo” e que David Cameron está  a pedir “reformas sérias” a Bruxelas, segundo o The Telegraph. O ministro acredita que há um reconhecimento cada vez maior de que “a Europa não pode continuar como está”.

Durante a campanha para as eleições legislativas britânicas, Cameron prometeu reformar a relação do Reino Unido com Bruxelas antes de avançar com um referendo (antes do final de 2017). Em junho, o primeiro-ministro britânico vai encontrar-se com a chanceler alemã Angela Merkel.

“David Cameron disse que o tempo limite para o referendo era 2017, mas se pudermos fazê-lo antes a ideia é bem-vinda”, disse David Lidington ao The Bucks Herald.

As reformas que Cameron quer introduzir dizem respeito sobretudo às políticas de migração dentro da União Europeia. David Cameron quer assegurar que os migrantes não viajem para o Reino Unido para reivindicar benefícios e David Lidington está “otimista”. O ministro acredita que o Reino Unido vai ser capaz de avançar com as reformas porque os níveis de confiança na União Europa estão mais em baixo.