Inteligência. É isso que os homens querem. Apesar das curvas serem os ícones da beleza feminina na cultura ocidental, o estudo de um professor de Cambridge revela que, quando um homem procura uma relação séria, o cérebro sobrepõe-se a qualquer rabo, par de seios ou pernas longas e torneadas.

“A principal coisa que os homens procuram [numa mulher] é a inteligência. Inquéritos demonstram que isto é a primeira coisa que os homens procuram”, explica o professor David Bainbridge, biólogo da Universidade de Cambridge, no seu novo livro “Curvologia: As Origens e o Poder da Forma do Corpo Feminino”. Para Bainbridge, a inteligência é um fator de seleção preponderante porque os homens veem no intelecto um espelho do que será uma boa mãe.

“A inteligência é, provavelmente, uma evidência de que ela sabe tomar conta dos seus filhos e que os seus pais, para além de serem inteligentes, também souberam tomar conta dela”, justifica o professor.

A inteligência de uma mulher reflete também a eficácia da educação dos seus progenitores. Para Bainbridge, uma boa capacidade mental sugere que foi bem alimentada e educada durante a infância, e, por isso, é mais saudável.

Além disso o professor de Cambridge acredita que os homens não querem saber do tamanho dos seios ou das ancas, mas sim da sua simetria, que sugere genes estáveis e juventude.

“O tamanho dos seios não importa. Aliás seios grandes têm tendência para serem mais assimétricos e os homens são mais atraídos pela simetria”, defende Bainbridge no Hay Festival, um festival de conferências no País de Gales que celebra a escrita, seja cientifica, literária ou lírica, segundo o Telegraph. Este festival é, de acordo com o Bill Clinton, uma “Woodstock das mentes”.

“Os homens também não querem saber de pernas longas. De facto, pernas direitas são mais atraentes porque são um sinal de genética saudável”, diz Bainbridge, revelando que os homens preferem um tamanho normal.

Apesar de tudo, os homens tendem a gostar mais de mulheres com curvas e com uma cintura mais pequena do que as ancas. Essa forma corporal é um sinal de que a mulher está mais preparada para ter uma gravidez mais saudável. Bainbridge explica que o desenvolvimento do cérebro do bebé depende da gordura existente nas coxas e no rabo da mãe. Especialistas afirmam que a quantidade de gordura que o bebé vai buscar tem uma influência direta na sua inteligência e saúde.