Raimonds Vejonis tem 48 anos e reuniu o apoio de 55 dos 100 deputados do Parlamento da Letónia para se tornar Presidente do país. A eleição aconteceu na quarta-feira e fez com que o antigo ministro da Defesa se tornasse no primeiro Presidente de um partido Verde a chegar ao poder na União Europeia.

“Eu gostava de melhorar as relações com a Rússia, mas enquanto a Rússia tiver artilharia pesada apontada à Ucrânia, isso não será possível”, afirmou Vejonis depois de ser eleito. O recém-eleito Presidente era até agora ministro da Defesa e já foi ministro do Ambiente duas vezes. Vejonis é militante do Partido Verde da Letónia há 25 anos e é biólogo de formação.

Antes de ser eleito, Vejonis assegurou que ser Presidente iria permitir-lhe discutir mais ideias verdes e promover a ecologia no país. No entanto, o novo Presidente reconhece que a grande prioridade do país é a segurança e a defesa, havendo já acordo partidário para aumentar para 2% a percentagem do PIB gasta nesta área até 2018.