A responsável pela diplomacia da União Europeia, Federica Mogherini, advertiu, esta quinta-feira, que não haverá acordo nuclear com o Irão se não forem tomadas as decisões políticas necessárias nas próximas horas.

“Todavia, um acordo é possível, e estamos muito próximos, mas se as importantes e históricas decisões não forem tomadas nas próximas horas, não haverá acordo”, disse a diplomata europeia, numa entrevista à televisão CNN, a partir da capital austríaca, onde têm estado reunidos os dirigentes das diplomacias do Irão, China, EUA, Federação Russa, França, Reino Unido e Alemanha.

Um dirigente iraniano já tinha admitido o prolongamento das negociações, mesmo para lá do dia 9 de julho, dia em que se previa que um acordo fosse apresentado ao Congresso norte-americano.

Esta última ronda de discussões, que se previa que fossem encerradas depois de dois anos de negociações, arrastam-se há mais de 10 dias na capital austríaca.