A vinda do guarda-redes merengue, Iker Casillas, para o FC Porto pode afinal não chegar a concretizar-se. O jornal A Marca dá conta do risco de rutura iminente nas negociações entre o guarda-redes e o Real Madrid e Casillas deverá mesmo apresentar-se, esta sexta-feira, no primeiro dia dos trabalhos de pré-época do clube madrileno.

De acordo com o mesmo jornal, na base da discórdia está uma questão tributária, mais concretamente a vontade de Casillas receber o seu ordenado bruto e não o líquido, devido à diferença de impostos entre Espanha e Portugal. O guarda-redes viria para O FC Porto a título de empréstimo.

Acresce a este ponto, um outro, relacionado com a presença de vários intermediários no negócio e a “multiplicação de comissões”, escreve o diário espanhol.