Oliveira caiu nos primeiros minutos da primeira sessão de treinos, na primeira curva do circuito, sofrendo a fratura do quarto metacarpo da mão esquerda, uma lesão confirmada pelo departamento médico do circuito e que levou o piloto a regressar a Portugal, a fim de ser alvo de uma intervenção cirúrgica. “Após o acidente, foi diagnosticada a Miguel Oliveira a fratura do metacarpo esquerdo. Vai regressar a Portugal para cirurgia”, lê-se no Twitter oficial do campeonato.

O piloto natural de Almada, que chegou a deter o melhor tempo dos treinos, concluiu a sessão com o 15.º registo, ao cumprir os 3.671 metros do circuito de Sachsenring, na Alemanha, em 1.28,597 minutos.

Após oito provas do mundial de Moto3, Oliveira, que venceu os GP da Holanda e da Itália, segue no terceiro lugar da classificação de pilotos, com 102 pontos, atrás do italiano Enea Bastianini (Honda), que soma 108, e do britânico Danny Kent, com 165.

Kent dominou a primeira sessão de treinos livres para o Grande Prémio da Alemanha, que vai ser disputado no domingo, cumprindo a sua melhor volta em 1.27,026 minutos, impondo-se ao francês Fabio Quartararo (Honda) e a Bastianini, que gastaram mais 0,640 e 0,860 segundos do que o britânico, respetivamente.