Rádio Observador

Liberdade Religiosa

Papa pede fim do “genocídio” dos cristãos no Médio Oriente e noutros lugares

115

"Neste terceira guerra mundial que estamos a experienciar, travada em fragmentos, uma espécie de genocídio está a acontecer" no Médio Oriente, defendeu durante a sua visita à Bolívia.

O papa Francisco pediu "humildemente perdão" pelos crimes cometidos pela igreja durante a colonização das Américas.

AFP/Getty Images

O papa Francisco pediu esta quinta-feira o fim do “genocídio” contra os cristãos no Médio Oriente e noutros lugares, durante a sua visita à Bolívia.”Hoje, vemos com horror como, no Médio Oriente e noutros lugares no mundo, muitos dos nossos irmãos e irmãs cristãos são perseguidos, torturados e mortos devido à sua fé em Jesus”, disse.

Neste terceira guerra mundial que estamos a experienciar, travada em fragmentos, uma espécie de genocídio está a acontecer e deve acabar”, defendeu.

Em setembro do ano passado, o papa lamentou a onda de conflitos mundiais, afirmando que se tratava, efetivamente, de uma terceira guerra mundial “fragmentada”.

As declarações de quinta-feira foram feitas depois de Francisco ter, também na cidade de Santa Cruz, na Bolívia, pedido desculpa pelos “crimes” cometidos pela Igreja Católica contra os povos indígenas durante a colonização das Américas. O primeiro papa latino-americano pediu “humildemente perdão”, durante um encontro onde estavam grupos indígenas e outros ativistas.

“Digo-vos isto com arrependimento. Muitos pecados graves foram cometidos contra os povos nativos da América em nome de Deus”, afirmou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Terrorismo

Cristianofobia: um novo holocausto? /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
5.417

Em 2018, foram mortos 4.305 fiéis e detidos 3.125 cristãos;1.847 igrejas e edifícios cristãos foram destruídos, incendiados ou vandalizados por ódio à fé em Cristo.

Cristianismo

A Ucrânia e os valores cristãos da Europa

Pavlo Klimkin
373

Na Rússia ortodoxa nunca houve liberdade, democracia, abertura, nem tolerância como valores. Portanto, a Rússia não pertence à civilização da Europa, apesar de todas as semelhanças externas. 

Liberdade Religiosa

Os mártires de Tibhirine /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
392

Hoje são beatificados, na Argélia, dezanove novos mártires, entre os quais os sete monges de Tibhirine, que foram argumento do filme ‘Dos homens e dos deuses’.

Liberdade Religiosa

Asia Bibi: ela sim! /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
947

Portugal não pode ser insensível a este drama humanitário: mais do que uma questão religiosa, é um caso de justiça e de respeito pelos mais elementares direitos humanos.

Eleições Legislativas

Afluir de Rio em Costa instável

Gonçalo Sobral Martins

O líder do PSD fez ver que Portugal não soube aproveitar uma conjuntura externa extraordinária: apesar dos juros do BCE e do crescimento económico da zona-euro, nada melhorou substancialmente.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)