A Espanha venceu hoje o México por 3-1, na segunda jornada do grupo C do Campeonato do Mundo de futebol de praia, que decorre em Espinho, conseguindo a primeira vitória na competição, depois do inesperado desaire frente ao Irão, na ronda inaugural.

Apesar de não deslumbrarem, os espanhóis foram mais eficazes do que o adversário, solidificando a vantagem em lances de bola parada, perante um México esforçado, mas ineficaz, que, com a derrota, fica praticamente de fora da prova.

As duas equipas, que tinham perdido os jogos iniciais, sabiam que não tinham margem de erro para se manterem em prova, tendo optado por uma postura mais cautelosa no arranque da partida.

Os sul-americanos até começaram melhor, beneficiando de uma grande penalidade nos primeiros segundos, que Maldonado não desperdiçou.

Apesar do inicial revés, os espanhóis não desanimaram e, através de uma maior pressão ofensiva, chegaram ao empate ainda no primeiro tempo, num livre Llorenç.

A Espanha operou à reviravolta no marcador num remate do capitão de equipa, Nico, fixando o 2-1 com que se entrou no último tempo.

Nesse derradeiro período, os mexicanos não conseguiram mostrar argumentos para inverter a desvantagem, perante uma Espanha que também não acelerou, mas acabou por chegar à tranquilidade já na parte final, com uma grande penalidade cobrada por António, que fixou o 3-1 final.