Oito pessoas morreram, na madrugada deste domingo, na sequência de um incêndio num lar de idosos no município espanhol Cuarte de Huerva, a seis quilómetros de Saragoça, enquanto 12 outras pessoas ficaram feridas.

Segundo a agência de notícias espanhola EFE, trata-se do incêndio com maior número de vítimas mortais alguma vez ocorrido num lar de idosos em Espanha nos últimos 15 anos.

O lar de idosos privado é constituído por uma casa com três pisos, que na noite de sábado alojava 19 idosos, além da cuidadora.

Fonte dos bombeiros de Saragoça, que acorreram ao local, explicou que a pessoa que realizou a chamada de alerta sobre o incêndio afirmou que tinha ardido um colchão e que era necessário evacuar o lar. Contudo, as autoridades desconhecem até ao momento as causas do incêndio.

Todos os 12 feridos, entre os quais a cuidadora dos idosos, foram transportados para o hospital.