Diplomacia

Cavaco promete a Moçambique parceria “relevante”

Numa reunião com o presidente moçambicano, Cavaco Silva disse que "queremos ser parceiros relevantes" na melhoria do bem estar em Moçambique.

Cavaco Silva e Filipe Nyusi estiveram reunidos na Torre de Belém, em Lisboa

ANTÓNIO SILVA/LUSA

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, elogiou o desenvolvimento económico e social de Moçambique e sublinhou que Portugal quer estar na “linha da frente” da cooperação com o país.

“Queremos estar na linha da frente, queremos ser parceiros relevantes nesta aposta que o senhor Presidente [de Moçambique] está a fazer visando acima de tudo a melhoria do bem-estar dos moçambicanos”, vincou o chefe de Estado português.

Cavaco Silva falava no Palácio de Belém após se ter reunido com o Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, em visita de Estado a Portugal.

Para o Presidente da República, o tempo da visita do seu homólogo moçambicano é “muito particular”, numa altura em que passam 40 anos de independência do país, e este momento “diz muito também a Portugal, não apenas a Moçambique”.

“É forte a vontade das duas partes de reforçarem a cooperação em todos os domínios”, vincou Cavaco Silva, que destacou o papel das empresas portuguesas no país e a confiança das mesmas “no futuro da economia de Moçambique”.

“Sabemos bem que a estabilidade política e que a paz são decisivas para o desenvolvimento económico e social de Moçambique”, advogou o Presidente da República, reconhecendo todavia que é possível “fazer mais ainda” na cooperação entre os dois países, nomeadamente a nível de investimentos e comércio.

E acrescentou, dirigindo-se a Filipe Nyusi: “Pode contar connosco para trabalharmos em conjunto tirando partido dos laços de amizade, história e língua, para contribuir ainda mais para o desenvolvimento económico e social de Moçambique”.

Cavaco Silva destacou também a “visão comum” entre os dois Estados na necessidade de haver uma “consolidação da ordem institucional na Guiné-Bissau”.

O presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, iniciou hoje formalmente uma visita de Estado a Portugal, a convite do seu homólogo português Aníbal Cavaco Silva.

Esta visita é a primeira que o chefe de Estado moçambicano, empossado a 15 de janeiro, realiza fora do continente africano.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Filhos

Guarda conjunta em residência alternada /premium

Eduardo Sá

A recomendação de ser “regra” o regime de guarda conjunta com residência alternada, se mal gerida, pode trazer a muitas crianças uma regulação da responsabilidade parental mais populista do que justa.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)