O diretor do FBI, James Corney afirmou em entrevista à CNN que os ataques levados a cabo pelos Estados Unidos diminuíram a ramificação de seniores da al Qaeda, o Khorasan Group, e que agora o Estado Islâmico (EI ou ISIS) se apresenta como uma maior ameaça para o país que a al Qaeda.

James Corney também disse que a possibilidade de um grupo terrorista lançar um ciberataque nos Estados Unidos é ainda um problema pequeno, mas que tende a crescer.

Nas últimas semanas, os EUA anunciaram a morte de alguns dos dirigentes máximos da al Qaeda, precisamente na sequência de vários ataques programados à organização.