O poeta cabo-verdiano Corsino Fortes morreu hoje na Cidade do Mindelo, dois dias após lançar o último livro “Sinos de Silêncio – Canções e Haikais”, disse à agência Lusa a vice-presidente da Academia Cabo-verdiana de Letras, Vera Duarte.