Pelo menos três pessoas morreram e sete ficaram feridas num tiroteio ocorrido esta quinta-feira à noite num cinema em Lafayette, no estado norte-americano do Louisiana, noticia a CNN. O autor do crime é uma das vítimas mortais – suicidou-se no local.

“Não há razão para acreditar que houve qualquer tipo de motivação”, disse Michael Edmonson, chefe da Polícia de Louisiana, citado pela CNN. Fonte da polícia acrescentou ainda que o atirador de 58 anos terá atuado sozinho e que não haveria razão para alarme. A polícia conhece a identidade do homem, mas esta ainda não foi divulgada.

O tiroteio teve lugar no Grand Theater 16, por volta das 19h30 locais (1h30 de sexta-feira em Lisboa). Na altura estavam cerca de 100 pessoas a assistir à comédia “Trainwreck” e foi uma das pessoas feridas que conseguiu acionar o alarme de incêndio que deu o alerta para a situação. Testemunhas no local ouviram os tiros, mas acharam que estavam relacionadas com o filme.

Amy Schumer, atriz no filme “Trainwreck”, expressa as condolências no Twitter.

Há três anos, a 19 de julho de 2012, James Holmes tinha entrado num cinema em Aurora, Colorado, morto 12 pessoas e deixado 70 feridas durante a projeção de um filme do Batman – “The Dark Knight Rises” -, lembra a CNN. James Holmes foi detido na altura à saída do cinema e julgado na semana passada. Embora os advogados de defesa apelem a uma pena de prisão perpétua sem liberdade condicional alegando problemas psíquicos do réu, os jurados não aceitaram excluir a sentença de morte nesta fase do julgamento, refere a NBC News.

Ainda esta quinta-feira, numa entrevista à BBC, o presidente norte-americano, Barack Obama, tinha admitido que a parte mais frustrante do mandato foi não ter conseguido rever a legislação em relação à posse de armas, mesmo à luz das várias situações de tiroteios e mortes no país.