Isilda Pegado e Helena Lopes da Costa podem estar de volta ao Parlamento. O nome destas duas ex-deputadas consta da lista de candidatos que a distrital de Lisboa do PSD entregou esta noite à direção do partido, confirmou o Observador.

Isilda Pegado foi deputada entre 2002 e 2005, por convite de José Manuel Durão Barroso. É advogada e uma das principais ativistas contra a legalização do aborto, tendo sido uma das subscritoras da petição “Pelo direito a nascer” que foi discutida esta semana no Parlamento. O seu nome foi indicado pela estrutura de Mafra.

Já Helena Lopes da Costa, próxima de Pedro Santana Lopes, foi deputada, vereadora na Câmara de Lisboa, e desempenha agora funções na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Foi indicada pela estrutura de Oeiras.

Entre os nomes propostos pelo PSD de Lisboa, estão também o do ex-presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara (que tem confidenciado que não está com vontade de voltar ao Parlamento), e dos atuais deputados Sérgio Azevedo, Ricardo Baptista Leite ou Carlos Santos Silva.

A lista da coligação Portugal à Frente em Lisboa deverá ser encabeçada por Pedro Passos Coelho, seguindo-se Paulo Portas, líder do CDS.

As listas de deputados vão ser aprovadas em Conselho Nacional dos dois partidos que compõem a coligação, na próxima quinta-feira. O programa eleitoral será apresentado terça-feira, na Gare Marítima de Alcântara.