Três horas chegam para se construir uma casa. A novidade surgiu na China, pela empresa ZhuoDa. Esta acaba de demonstrar que se podem usar impressoras 3D para a construção dos modelos.

As casas podem ter até dois pisos e durar mais de 150 anos. Os materiais usados não foram ainda revelados. Sabe-se apenas que provêm de resíduos agrícolas e industriais. Porém, a empresa garante que as casas são tão seguras e cómodas como as outras.

O processo começa com a criação dos modelos. Entre isso e a edificação das casas, a empresa precisa apenas de dez dias. Mas esta inovação permite mais do que reduzir o tempo de construção. Os custos também diminuem muito. Os preços oferecidos rondam já os 400 euros por metro quadrado.

O grupo chinês ZhuoDa promete, assim, revolucionar o mercado imobiliário nos próximos anos.