Um total de 21 tripulantes foram resgatados esta segunda-feira, 27 de julho, na sequência de duas operações de socorro ao largo da costa portuguesa, avança a Marinha através de um comunicado de imprensa publicado no respetivo site.

O primeiro alerta foi recebido quando o relógio marcava as 16h30, depois de a embarcação de recreio de nome Alecrim ter naufragado na ria de Aveiro. As 12 pessoas que estavam a bordo do barco foram acudidas sem necessitarem de qualquer assistência médica, sendo que a operação contou com o auxílio dos bombeiros de Estarreja.

Às 17h38, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa recebeu uma segundo alerta, desta vez referente à embarcação de pesca Barracuda que se encontrava ao largo de São Martinho do Porto. Da respetiva embarcação foram resgatados oito náufragos — um dos tripulantes conseguiu nadar até terra –, posteriormente assistidos no local pelas equipas médicas.

O porta-voz da marinha, o comandante Paulo Vicente disse, citado pela TVI, que “as causas dos naufrágios ainda são desconhecidas” e que não foram registados quaisquer feridos.