Técnicos da troika chegaram segunda-feira a Atenas e, após um primeiro contacto com as autoridades atenienses, começam esta terça-feira as negociações formais às quais os chefes de missão apenas deverão juntar-se dentro de alguns dias. Segundo a Mega TV, os técnicos contam com cerca de 250 polícias a garantirem a sua segurança à porta do hotel onde se encontram. O governo está sob pressão para aprovar mais medidas prévias com vista ao terceiro resgate.

Uma porta-voz da Comissão Europeia, Mina Andreeva, confirmou que “se espera” de Atenas mais reformas que permitam “um desembolso rápido” de fundos. Os credores continuam a procurar chegar a um acordo até à segunda semana de agosto, para que a Grécia esteja em condições de pagar cerca de 3,2 mil milhões de euros em dívida ao BCE no dia 20 de agosto.

Estas reformas “estão a ser discutidas neste momento”, acrescentou a porta-voz.

Horas antes, Euclid Tsakalotos tinha dito, citado pelo eKathimerini, que esta terça-feira as “conversações ao nível técnico começaram e vão continuar com maior intensidade [esta terça-feira]”. “Estamos a prosseguir de forma organizada e esperamos que tudo corra bem”, notou Tsakalotos, acrescentando que “vamos seguir à letra o acordo obtido no Eurogrupo e na cimeira do euro”.