A Vodafone Espanha e Vodafone Ono comunicaram aos representantes dos trabalhadores um despedimento coletivo que pode abranger até um máximo de 1.300 trabalhadores, foi anunciado.

O anúncio surge um ano depois da Vodafone ter concluído a compra da operadora Cable Ono.