Pelo menos 19 pessoas morreram, 29 ficaram feridas e 20 estão desaparecidas após um deslizamento de terras ocorrido no centro do Nepal, causado pelas fortes chuvas, informou fonte oficial à agência noticiosa Efe.

O deslizamento ocorreu durante a noite, na região de Gandaki, disse o porta-voz do Ministério do Interior nepalês, Laxmi Prasad Dhakal, alertando que o número de mortos aumentará, provavelmente, nas próximas horas.

“Visto que o deslizamento ocorreu durante a noite, quando as pessoas estavam a dormir, há muitas probabilidades de que a maioria dos desaparecidos tenha ficado presa nos escombros”, explicou.

Uma dezena dos quase 30 feridos foi transportada de helicóptero para a cidade de Pokhara, enquanto os restantes foram atendidos nos hospitais do distrito.

As operações de resgate continuam em marcha na zona, a cargo do Exército e da Polícia e, desde a manhã desta quinta-feira, contam com o apoio de dois helicópteros militares que conseguiram aterrar em Gandaki.

Após o terramoto que atingiu o Nepal a 25 de abril passado e que custou a vida a quase 9.000 pessoas, aconteceram inúmeros deslizamentos de terra no país.

As inundações e os deslizamentos de terra são habituais no Nepal e no resto do sul da Ásia na época de monção (designação dada aos ventos sazonais, em geral associados à alternância entre a estação das chuvas e a estação seca), mas autoridades informaram que este ano se produziram mais deslizamentos do que o normal nas zonas afetadas pelo sismo.