Terá a supermodelo recém-reformada Gisele Bundchen vestido uma burka para não ser reconhecida a caminho de uma clínica de operações plásticas em Paris? Ao que conta o New York Post, sim. A brasileira de 35 anos estaria descontente com o formato dos seios após a segunda gravidez e terá escolhido a Clínica du Parc Monceau – uma das mais prestigiadas do país – para as retocar.

Apenas nove dias depois do aniversário da modelo, Gisele foi vista a sair de um carro nas proximidades da clínica. Tanto ela como a irmã, Patrícia, estariam a utilizar uma burka (em pleno período do Ramadão). Mas os planos de manter essas movimentações secretas falhou porque o motorista que a levou, de burka, até à clínica é o mesmo que presta serviços à modelo brasileira nas situações normais.

Mesmo sem qualquer confirmação, as críticas choveram na Internet, principalmente por causa da proibição imposta pelo governo francês sobre a utilização de burka no país. “Ela está a usar um símbolo religioso para um mau motivo” ou “eu nunca a achei bonita e agora não gosto mesmo dela” são alguns dos comentários que se podem ler como reação à notícia.

A confirmar-se, esta intervenção a que Gisele se submete vem contrariar as declarações da supermodelo, que afirmou que nunca mais iria fazer operações plásticas para “respeitar o tempo do corpo”.