O Comité Olímpico Internacional escolheu esta sexta-feira a cidade de Pequim, na China, para ser a anfitriã dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. A candidatura alternativa era de Almaty, no Cazaquistão, que nunca recebeu uma edição dos Jogos Olímpicos, ao passo que Pequim já foi a cidade a receber os Jogos Olímpicos de Verão em 2008.

Inicialmente, existia, também, a candidatura de Olso, capital da Noruega, mas o governo do país vetou a candidatura e o investimento financeiro associado.

Foi, também, atribuída à cidade de Lausanne, na Suíça, a organização dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2020.

Almaty já se tinha candidatado a organizar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2012, mas perdeu para Sochi, na Rússia.