Parar num semáforo nunca mais será o mesmo. Os semáforos, especialmente os demorados sinais vermelhos, constituem uma das principais dores de cabeça para condutores, apesar de serem cruciais para a segurança rodoviária. De vermelho para verde, de verde para amarelo, de amarelo para vermelho. Sabemos a sequência, mas a espera é frustrante. Há uma app que pretende acabar com essa frustração.

Chama-se EnLighten, é da BMW e da Connected Signals, e promete ajudar os condutores a preverem quando os semáforos irão mudar de cor, tendo como base a posição e a velocidade do automóvel. Mesmo que esteja indeciso entre um ou outro caminho, a aplicação pode desempatar ao informá-lo dos estado (e do tempo de espera) dos semáforos mais próximos.

2B104DFD00000578-3183962-The_app_is_available_to_download_for_iPhone_and_Android_smartpho-a-40_1438610437649

A aplicação avisa o estado e o tempo restante até à mudança dos semáforos mais próximos. (fotografia retirada da BMW)

Como funciona?

  • A EnLighten mostra o estado atual do semáforo mais próximo do carro em tempo real, acompanhado por uma contagem decrescente até à próxima mudança.
  • Com base na posição e na velocidade do veículo, a aplicação recomenda se o condutor deve (ou não) parar no semáforo.
  • Caso pare, pode relaxar. O telefone apita quando o semáforo está a 5 segundos de mudar.
  • Em interceções, a aplicação informa do estado dos semáforos mais próximos. Assim, poderá decidir qual o melhor caminho.

A aplicação pretende contribuir para uma maior segurança rodoviária, concedendo uma experiência de condução mais agradável. A começar nos condutores mais impacientes: a aplicação apita quando o semáforo está a cinco segundos de mudar, dando tempo ao condutor para relaxar durante o tempo de espera. Além disso, ajuda o condutor em gastos de gasolina desnecessários.

2B104DEF00000578-3183962-Connected_Signals_EnLighten_App_screenshots_shown_left_and_right-a-38_1438610055838

A aplicação também avisa o estado de semáforos em interceções próximas. (fotografia retirada da Connected Signals)

De momento, o acesso à aplicação ainda é limitado. O serviço só existe em três cidades norte-americanas (Portland, Eugene e Salt Lake) e na Nova Zelândia. Além disso, a aplicação está restrita à Apple Store.

https://www.youtube.com/watch?v=-hI1i8xEjSI