Dark Mode 168kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Osvaldo: apenas bom de bola?

Johnny Depp do futebol, bad boy, sex symbol. Osvaldo encaixa em todas estas alcunhas. E é adorado por muito mais do que marcar golos. Que é o que é suposto vir fazer no FC Porto.

18 fotos

Alcunhas não lhe faltam: Johnny Depp do futebol, bad boy, sex symbol. E ele encaixa em todas. Tem ar de pirata das Caraíbas, entre o cabelo e a barba desgrenhada, as pulseiras, anéis, brincos e tatuagens. Tem mau feitio, em campo e fora dele, e já protagonizou alguns episódios de indisciplina que ficaram marcados na sua carreira, na qual soma a passagem por 12 clubes, já contando com o FC Porto. Tem um estilo à Hollywood, meio estrela de cinema meio roqueiro, que causa suspiros que vão muito além da forma como cabeceia ou remata a bola para o fundo das balizas adversárias.

tumblr_m6kmsseiGJ1rz6mu2o1_1280

Produção para a Vogue italiana que partilhou no seu Tumblr

Pablo Daniel Osvaldo, o avançado que o FC Porto contratou para substituir Jackson Martinez, tem 29 anos e dupla nacionalidade. Nasceu na Argentina, mas o seu sangue italiano rapidamente lhe abriu, por essa via, as portas da Europa – e as das seleções italianas (sub-21 e A), que já representou 26 vezes. Antes de se transferir para o Atalanta, em 2006, tinha jogado na Argentina, com as camisolas do Lanús, do Banfield e do Huracán. Mas foi na Roma que deu nas vistas. Tanto que em 2013 o Southampton o contratou por um valor alto para uma equipa inglesa de segunda linha: 17,5 milhões de euros.

O dinheiro, ou a fama, ou ambos, devem-lhe ter subido à cabeça. Envolveu-se em várias confusões, foi suspenso e recambiado para Itália apenas um ano depois, emprestado à Juventus primeiro e ao Inter depois. “Muito do que se fala sobre mim é falso. Algumas coisas são verdade, coisas que não posso negar mas, às vezes, vocês exageram quanto à minha personalidade. Houve coisas que se passaram dentro do balneário mas que não deviam ter passado cá para fora”, justificou-se, ele que chegou a ameaçar os adeptos críticos da Roma: “Posso agarrá-los um por um quando quiserem”.

Mas a coisa também não correu assim tão bem nesse regresso a Itália, daí que no início deste ano tenha voltado à Argentina, e ao Boca Juniors, até este verão o FC Porto lhe ter ido bater à porta.

Chegou esta terça-feira ao aeroporto Sá Carneiro, com o estilo de sempre. O de pirata goleador, que gosta mais de música que de bola, trazendo às costas a inseparável guitarra. É fã dos Pink Floyd e dos Rolling Stones, tendo como lema de vida a letra de “Wild Horses”, a música de Mick Jagger que fala na relação entre a liberdade e a falta de tempo. “Estudo muito guitarra e piano. Não sou amante de futebol. Mal termina o jogo, desligo”, disse em novembro numa entrevista à La Gazzetta dello Sport.

Com uma vida sentimental bem movimentada, e quatro filhos, são várias as relações noticiadas — depois da separação da mulher, Nina Oertlinger, com quem casou em 2006 e se separou em 2013. A última companheira é Jimena Báron, uma das atrizes e cantoras mais conhecidas (e sexy) da Argentina.

Pelo meio namorou também com a modelo Militta Bora, a ex de John Cusack. E já foi eleito por várias revistas, masculinas e femininas, com um dos jogadores mais sexy da atualidade, o que não se cansa de mostrar em todas as suas contas nas redes sociais:

Tumblr:

tumblr_mpfmvcodu51r0s8vro2_250

Twitter:

Captura de ecrã 2015-08-5, às 13.56.36

Facebook:

Captura de ecrã 2015-08-5, às 14.00.05

ou Instagram:

Captura de ecrã 2015-08-5, às 14.02.26

Ah, e também marca golos. Foi para isso que o FC Porto o contratou. Para substituir Jackson Martinez que partiu para o Atlético de Madrid. Estes são os seus dez melhores, numa seleção do Youtube:

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.