Dark Mode 166kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Apoiante de Costa pede demissão dos responsáveis pela campanha do PS

Florbela Fernandes, apoiante de primeira linha de Costa e número 3 do partido por Évora, pede a demissão dos responsáveis pela campanha, depois da mais recente polémica envolvendo os cartazes do PS.

i

"Não se usam cidadãos comuns para fins meramente publicitários", escreveu Florbela Fernandes, número 3 por Évora

"Não se usam cidadãos comuns para fins meramente publicitários", escreveu Florbela Fernandes, número 3 por Évora

A polémica a envolver os cartazes do PS continua a dar que falar. Desta vez, foi Florbela Fernandes, candidata a deputada socialista pelo círculo eleitoral de Évora, a exigir a demissão dos responsáveis pela campanha.

Num texto publicado na página do Facebook da militante do PS, a presidente do Departamento Federativo das Mulheres Socialistas de Évora e número 3 do partido naquele distrito afirma que “os responsáveis pela campanha do PS devem demitir-se” ou, no limite, “serem demitidos” pela direção do partido.

“Não se usam cidadãos comuns para fins meramente publicitários, para isso recorre-se a atores. Pessoas comuns, têm de ser tratadas como tal e nesse caso, têm de lhe explicar claramente o que se pretende delas, principalmente quando queremos pessoalizar”, sublinha Florbela Fernandes, apoiante de primeira linha de António Costa.

Quem forem os responsáveis pela campanha do PS devem demitir-se, ou serem demitidos. Não se usam cidadãos comuns para...

Posted by Florbela Fernandes on Sexta-feira, 7 de Agosto de 2015

Como o Observador contou em primeira mão, algumas das pessoas que figuram nos outdoors do PS como estando desempregadas ou que se viram a braços com a necessidade de emigrar eram, afinal, colaboradores na Junta de Freguesia de Arroios, em Lisboa.

Num dos casos, Maria João Pinto, em declarações ao Observador, acusou o PS de fabricar a sua história e mais: garantia nunca ter autorizado a publicação da fotografia para aquele efeito. A jovem de 29 anos, que na altura prestava serviços na área da comunicação na Junta de Freguesia, ameaçava inclusive recorrer à Justiça e exigia que os socialistas retirassem imediatamente os outdoors.

Em resposta à notícia do Observador, o PS emitiu uma nota oficial onde apresentava formalmente um pedido “de desculpas públicas, em especial às pessoas implicadas” e garantia que já teriam sido pedidos os “esclarecimentos pormenorizados aos fornecedores e prestadores de serviços, bem como todas as informações necessárias a que se possa avaliar o procedimento seguido”.

Este sábado, a presidente da Junta de Freguesia de Arroios, Margarida Martins, garantiu, em nota enviada à Agência Lusa, que a responsabilidade da utilização das fotografias dos colaboradores da junta na campanha socialista era da organização do partido, assegurando que apenas fizera a ligação entre as duas partes.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.