José Sócrates vendeu o apartamento e a arrecadação que tinha no edifício Heron Castilho, na rua Braamcamp, em Lisboa. De acordo com o Correio da Manhã, o comprador é um advogado paquistanês que, com esta compra, se candidatou a um visto Gold.

Makhdoom Ali Khan é antigo procurador-geral do Paquistão e atualmente faz parte de um dos escritórios de advogados mais importantes daquele país. Aguarda agora que a candidatura ao visto Gold – autorização de residência mediante um investimento no país de 500 mil euros – seja aprovada.

O ex-primeiro-ministro, atualmente detido em Évora, foi representado pelo advogado João Araújo. A venda foi consumada por 675 mil euros no dia 6 de agosto. A propriedade foi comprada em 1998 por cerca de 235 mil euros, recorda o mesmo jornal.