Documentos apresentados na sexta-feira pelo Guardian confirmam que a Apple está a desenvolver tecnologia para entrar no mercado dos carros sem condutor. O projeto tem o nome de código Titan e estará prestes a materializar-se: a marca do iPhone está prestes a comprar uma antiga base naval em São Francisco para a transformar numa cidade simulada que sirva para testar os seus veículos autónomos. Serão aproximadamente oito quilómetros e meio de espaço para testar a interação das máquinas com outros veículos, tripulados ou não.

Embora um dos vice-presidentes da Apple já tenha dito que este é um dos mercados em que a marca quer estar, assumindo que os carros são o “derradeiro dispositivo móvel”, não havia confirmação oficial do investimento nesta área. Agora, com as revelações exclusivas do Guardian, confirma-se que o investimento existe e pode estar prestes a dar frutos.

O mercado dos carros sem condutor ainda não existe, mas está ao rubro. Para além dos principais construtores automóveis, também a Google e a Uber anunciaram já estar a investir no futuro da locomoção. A Google está bastante avançada nos testes, tendo já vários carros em circulação para apurar a tecnologia. Este mercado deverá começar por ter expressão no transporte de mercadorias, chegando mais tarde ao grande público.