Presidenciais 2016

Maria de Belém diz que nada a impedirá de pensar para lá das legislativas

181

A socialista esteve esta tarde reunida com apoiantes e garante que "nada" a impede de pensar para além das legislativas.

António Cotrim/LUSA

A ex-ministra da Saúde e ex-presidente do Partido Socialista Maria de Belém admitiu este sábado que “nada” a impedirá de pensar para lá das legislativas, segundo um comunicado do movimento de apoio à sua candidatura à Presidência da República.

“Nada me impedirá de pensar para lá das legislativas”, afirmou Maria de Belém, citada num comunicado do movimento denominado Associação Cívica Portugal Melhor.

Seis elementos do movimento constituído por uma centena de cidadãos reuniram-se hoje com Maria de Belém para apelarem a que se candidate por considerarem que é “uma cidadã de exemplar vida cívica, de reconhecida e vasta experiência política, nacional e internacional, e de constante dedicação ao bem comum”.

Maria de Belém, que não tornou ainda pública a sua decisão, tem sido dada como candidata a Belém nas eleições de 2016 pela imprensa nacional.

Os elementos do movimento referem que Maria de Belém ficou “muito sensibilizada” com o apelo.

“Sou uma cidadã preocupada com o meu país e com o mundo. Conheço muitos dos presentes e sei que todos temos o mesmo objetivo: fazer com que o nosso país seja melhor para todos”, referiu a ex-presidente socialista, citada no comunicado e acrescentando: “sei que estamos a viver um momento especial, com eleições legislativas à porta, o que me tem levado a dizer que este é o momento das legislativas” mas “nada me impedirá de pensar para lá das legislativas”.

O grupo que hoje se encontrou com Maria de Belém é constituído pelo médico Joshua Ruah; a farmacêutica e professora universitária Ana Paula Martins; a médica e professora universitária Maria do Céu Santo; o diretor comercial Paulo Marques; a técnica de ‘marketing’ Joana Santos e a assistente social Vânia Dias.

A sete meses do final do mandato do atual Presidente da República são já 11 os candidatos que anunciaram a intenção de entrar na corrida a Belém, estando cinco outros em reflexão.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PSD/CDS

Os problemas da Direita: a liderança

Fernando Leal da Costa

O PSD precisa de um líder e não de um patrão. Até pode ser Rui Rio, não digo que não, mas isso obrigava-o a transmitir a ideia de que está confortável e seguro no cargo. Não parece ser o caso.

Saúde

Anatomia de uma greve

Luís Lopes Pereira

Não podemos manter greves – principalmente na prestação de cuidados de saúde – com um caráter tão indefinido no tempo como as que presenciamos, pois doutra forma teremos a morte anunciada do SNS.

Política

Precisamos da Esquerda

António Pedro Barreiro

Na guerra cultural em curso, a nova Esquerda esqueceu o povo e assumiu a defesa da excentricidade das elites. Eu, que não sou de Esquerda, acho que uma outra Esquerda faz falta ao sistema político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)