Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Há poucas semanas os cientistas revelaram as características do planeta rochoso mais próximo da Terra. Até pode lembrar-se dessa notícia, mas dificilmente se lembrará do nome do planeta – HD219134 b. Imagine se pudesse ajudar a escolher os nomes dos astros. Não imagine mais, a União Astronómica Internacional (IAU, na sigla em inglês) tem a decorrer um concurso para atribuir novos nomes a 15 estrelas e 32 exoplanetas.

Cabe à IAU estabelecer os nomes oficiais dos corpos celestes descobertos e esses nunca serão alterados (são únicos tal como o número do bilhete de identidade), mas poderão ganhar nomes adicionais mais fáceis de lembrar ou pronunciar. Conhece o Chury, o cometa que a sonda Rosetta tem andado a seguir? O nome oficial é 67P/Churyumov–Gerasimenko, baseado no nome dos astrónomos que o descobriram. Antes disso tinha como designação P/1969 R1.

20ExoPlanets_small-01

Os 20 sistemas planetários e a respetiva quantidade de estrelas e exoplanetas que podem ser renomeados – NameExoWorld

O concurso NameExoWorlds dará a oportunidade de, pela primeira vez em muitos anos, o público dar nomes a estrelas e de, pela primeira vez, os aficionados da astronomia atribuírem nomes a exoplanetas. Os grupos de astronomia e organizações sem fins lucrativos de 45 países submeteram 247 propostas para nomear os 20 sistemas planetários a concurso, agora é a sua vez de votar nos nomes que mais lhe agradam.

Para votar (aqui) basta escolher o sistema planetário clicando na palavra “Vote” (votar). Na nova página encontrará as várias propostas e a justificação para as mesmas. Por exemplo: o par de estrela HD 81688 e planeta que a orbita HD 81688 b, têm pelo menos uma dúzia de nomes propostos. Para este sistema planetário situado na constelação da Ursa Maior, um dos grupos propõe: Intercrus para a estrela (que significa entre pernas, visto estar “entre os pés” da Ursa Maior) e Arkas para o planeta (filho de Callisto, cujo pai foi transformado em urso).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Pode votar em cada um dos sistemas planetários até dia 31 de outubro de 2015, mas apenas uma vez em cada um. Lembre-se que isto não lhe dará nenhum poder sobre a estrela ou sobre o nome escolhido. Se lhe parece estranho esta ressalva saiba que a quantidade de pessoas a tentar comprar estrelas é tal que a IAU teve de preparar uma página de “perguntas frequentes” para explicar que isso é impossível.

Pergunta: Mas se eu quiser, posso ainda assim comprar o nome de uma estrela?
Resposta: Claro, há muitas pessoas que ficarão mais do que satisfeitas de ficar com o seu dinheiro…”