O euro subiu esta sexta-feira e ultrapassou 1,13 dólares, o que acontece pela primeira vez desde meados de junho, impulsionado por dados económicos na zona euro melhores que o previsto.

Às 18:05 (hora de Lisboa), o euro seguia a negociar a 1,1367 dólares, quando na quinta-feira à mesma hora negociava a 1,1200 dólares.

A confiança empresarial na zona euro subiu inesperadamente em agosto, enquanto a preocupação com a situação económica na China continua a afetar o dólar, uma vez que pode levar a um adiamento da subida das taxas de juro dos Estados Unidos tornando a moeda norte-americana menos atrativa para os investidores.