Fé, amor, coragem, liberdade, alegria. Estas são só algumas das palavras que podem ser encontradas em pedras, na rua, em vários cantos do mundo, incluindo Portugal. A elas juntam-se expressões motivacionais como “sê feliz”, “tu importas”, “tem paciência…” ou “olha para o lado positivo”.

O projeto que não deixa que palavras e frases de tamanha importância como estas sejam levadas pelo vento chama-se “Word Rocks”. A ideia surgiu quando Carol Monteiro, brasileira, passeava numa praia na Califórnia, onde vive. Durante o passeio, recolheu algumas pedras e decidiu escrever nelas palavras positivas. Depois espalhou-as pela casa, como estratégia para melhorar uma altura complicada da sua vida. Quando o filho António as encontrou, sugeriu que fizessem mais pedras iguais e as espalhassem pela cidade, para fazer outras pessoas felizes.

“O objetivo do projeto é espalhar amor e alegria num mundo tão carente de atitudes positivas. Além das pedras transmitirem solidez, acabam por ser usadas como [elementos de] decoração e inspiração”, explica Carol ao Observador.

O projeto que começou por ser de mãe e filho cresceu. Hoje há voluntários um pouco por todo o mundo que replicam a ideia e colocam pedras no caminho — neste caso, no bom sentido — de muitas outras pessoas.

Nos últimos quatro anos, só Carol e António pintaram em média três pedras por dia. O que significa que, no mínimo, 4380 pessoas já sorriram com as mensagens.

O entusiasmo de quem as encontra é partilhado através da hashtag #wordrocks através das redes onde o projeto é divulgado: Facebook, Instagram e Twitter.

Por vezes, há histórias que se prolongam e são contadas a Carol e António, através de e-mail. Uma das que receberam e mais recordam é a de Jayden: “Adoro a história do menino Jayden, que sonha ser arqueólogo como o Indiana Jones. Em outubro de 2011 encontrou uma pedra onde se lia “play” (brincar), num parque infantil.  Ficou tão fascinado que disse à mãe que iria encontrar outra. Algumas semanas depois, num supermercado a 13 quilómetros do parque, encontrou uma pedra com a palavra “faith” (fé). Nem preciso dizer como ficou de sorriso de orelha a orelha.”

Se ainda não encontrou nenhuma destas pedras, não desanime: reunimos uma galeria de imagens no início do artigo com algumas das que já alegraram caminhadas solitárias, passeios entre amigos e até corridas matinais para o trabalho.