A série “Blackadder”, exibida na BBC na década de 80 e que também passou em Portugal, pode estar de regresso. O ator Tony Robinson diz já ter sondado todo o elenco original. O único problema é o cachê de Hugh Laurie, que se tornou uma estrela internacional graças ao papel na série “House”.

Já lá vão 26 anos desde que a série terminou, por isso recordemos: “Blackadder” começa na Idade Média, durante o reinado de Ricardo III de Inglaterra. Rowan Atkinson (o eterno Mr. Bean) interpreta Edmund Blackadder, um jovem nobre. É graças a ele que o reinado de Ricardo III acaba.

A cada nova série há uma nova época e Blackadder, assim como outros personagens, é descendente da mesma dinastia familiar. A quarta e última série passou-se durante a Primeira Guerra Mundial:

Tony Robinson, que interpretou o personagem Baldrick nas quatro temporadas de “Blackadder”, adiantou ao The Sun que “uma nova série” está “na calha”. “Já falei com todo o elenco”, disse o ator, hoje com 69 anos. O único problema são os valores que Hugh Laurie está habituado a auferir desde que alcançou sucesso mundial como o médico de mau feitio “House”. Habituado a figurar no top dos mais bem pagos do mundo, chegou a faturar 191 mil euros por episódio. No entanto, Tony Robinson nunca refere se já falou com o “Dr. House” ou não.

Enquanto não se conhece a solução para o possível entrave, Tony Robinson reconheceu que, se a nova série vir a luz do dia, as expectativas do público vão estar muito altas. “As pessoas não se lembram só do original; elas lembram-se de quem eram quando foi exibido. É um grande risco”, disse.

Já em 2013 Tony Robinson tinha falado sobre uma possível quinta temporada de “Blackadder”. Quando recebeu o título de Sir do Príncipe William, no Palácio de Buckingham, chegou a responder ao príncipe britânico que o único problema poderia ser, precisamente, a falta de verbas para contratar Hugh Laurie.

Notícia corrigida a 24 de agosto. “Blackadder” começa na Idade Média e não durante os primórdios do reinado de Isabel I.