Pessoas sarcásticas são mais criativas. Além disso, o sarcasmo pode ter lugar numa conversa, embora dependa muito das partes envolvidas. Pelo menos é o que diz um estudo científico publicado recentemente na revista científica Organizational Behavior and Human Decision Processes.

O objetivo da pesquisa foi verificar se o sarcasmo pode ou não influenciar a capacidade de as pessoas resolverem problemasSegundo o Mic, participaram nesta investigação cerca de 300 indivíduos. Num primeiro exercício, os participantes tiveram de completar balões de fala em cartoons, com uma frase “normal” ou sarcástica. Outra das experiências envolvia uma vela e uma série de itens. O objetivo era anexar a vela à parede, de forma a que não derramasse cera sobre o chão.

Este quebra-cabeças criativo foi resolvido por 75% das pessoas que ouviram comentários sarcásticos e por 64% das pessoas que os fizeram, em comparação com 30% do grupo de pessoas que não estiveram sujeitas a estes comentários. Para os investigadores, os dados revelam uma influência desta forma de expressão sobre a criatividade. O sarcasmo relaciona-se assim com pensamento abstrato, associado muitas vezes à capacidade de pensar “fora da caixa”.

E o que acontece quando alguém recorre ao sarcasmo numa conversa civilizada? Para os investigadores, depende do grau de proximidade entre quem faz o comentário e quem o interpreta. Enquanto o sarcasmo pode resultar num conflito entre pessoas com pouca confiança mútua, o caso muda de figura quando as partes envolvidas são, por exemplo, dois amigos. Neste exemplo, a forma de expressão é, geralmente, bem aceite e pode até representar uma demonstração de afeto.