Ficar parado a olhar para um quadro do museu é coisa do passado. Pelo menos na nova exposição da Tate Gallery, em Londres. Uma nova experiência digital inclui um filme em que os objetos podem ser sentidos, um jogo de vídeo em que se podem tocar as pessoas e um e-mail que pode ser cheirado.

A nova zona do museu chama-se “Tate Sensorium” (Tate Sensorial). Entre as obras que têm agora alguns extras, está o Figure in a Landscape de Francis Bacon, apresentada com um kit que inclui uns auscultadores onde se podem ouvir sons de uma cidade movimentada, barulhos de construção e risos de crianças. Há até caixas de chocolates para estimular o olfato.

“Nós estamos a testar com o público uma nova forma de experienciar a arte, uma nova forma de apresentar arte”, explica o produtor multimédia do museu Tony Guillan ao Guardian. Há pinturas com um cheiro muito semelhante ao cheiro da época ou da cena que está retratada. No que toca aos chocolates de Francis Bacon, o mestre chocolateiro que participou na produção, Paul Young, explica: “Queria que parecesse que estavam a tocar na pintura”, como se o sabor pudesse aproximar os visitantes da obra de arte”. A BBC foi experimentar as novas potencialidades do museu.

https://www.youtube.com/watch?v=4-oJEuDnsl8