O secretário-geral do PS vai apresentar esta sexta-feira o mandatário nacional para a campanha das eleições legislativas de 4 de outubro. A escolha recaiu sobre António Arnaut, o socialista tido como “o pai do Serviço Nacional de Saúde”.

O anúncio foi feito através do jornal Ação Socialista, António Costa é citado afirmando que o histórico militante n.º 4 é “um símbolo da defesa dos serviços públicos, contra a ofensiva da direita para privatizar a Saúde, a Educação e a Segurança Social”.

António Arnaut, advogado e escritor de 79 anos e que já manifestou apoio ao candidato presidencial Sampaio da Nóvoa, foi diversas vezes deputado, incluindo na Assembleia Constituinte, e até vice-presidente da Assembleia da República.

Como ministro dos Assuntos Sociais do II Governo Constitucional, liderado por Mário Soares, foi o autor da legislação que viria a dar origem ao atual Serviço Nacional de Saúde, nos últimos anos da década de 1970.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Arnaut foi também presidente da Liga Portuguesa dos Direitos do Homem, pertenceu ao Conselho Superior de Magistratura e grão-mestre da loja maçónica do Grande Oriente Lusitano.

António Costa visita sexta-feira, pelas 11h00, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, reunindo-se em seguida com os candidatos a deputados pelo PS, antes da apresentação formal do seu mandatário nacional, pelas 15h00, num hotel da “Cidade dos Estudantes”.