Os adeptos da sexagenária criação portuense, considerada este ano um dos 10 melhores sabores europeus, saberão que o fim da época estival costuma trazer, de há quatro anos a esta parte, um festival dedicado à especialidade na Baixa do Porto. Em 2015, contudo, nem sequer será preciso esperar pelo fim da estação. O Francesinha na Baixa começa já na próxima quinta-feira, 3 de setembro, estendendo-se até domingo, dia 13. E a mudança de data é mesmo a maior novidade a apontar ao evento.

Tal como nas edições anteriores, o recinto instala-se na Praça D.João I e os restaurantes convidados são as mesmos dos últimos dois anos: Cufra, Capa Negra, Porto Beer, BB Gourmet e aquele que é por muitos considerado como o rei das francesinhas na Invicta, o Café Santiago. Outra característica que se mantém é a variedade na oferta: os restaurantes podem ser apenas cinco, mas haverá mais de 20 francesinhas disponíveis, incluindo uma versão vegetariana, outra de carnes brancas e uma à base de produtos do mar. Não se assustem os puristas, contudo, que a receita original, com ovo ou sem, também estará disponível para consumo.

Francesinha (142)

Ei-los, os apreciadores e as francesinhas, numa edição anterior do evento.
(foto: Fabrice Dumoulin)

Mais uma vez, a organização do evento convidou alguns chefs com o intuito de reproduzirem eles próprios a criação de Daniel David Silva, o ex-emigrante em França que em 1952, inspirado no famoso croque monsieur, tornou a francesinha parte do menu do Regaleira, o clássico da Rua do Bonjardim. A saber: João Pupo Lameiras (chef do Bacalhau, Porto, no dia 4 de setembro às 21h30); Marlene Vieira (chef do Avenue, de Lisboa, no dia 5 de setembro às 21h30); Hélio Loureiro (chef da seleção nacional de futebol, no dia 11 de setembro, às 21h30); Sandra Pinto (finalista do programa “Chef´s Academy”, no dia 12 de setembro às 21h30).

No dia 3, o recinto abre às 19h, mas nos restantes dias funcionará sem interrupções entre as 12h e a 00h. A entrada custa 3€ por pessoa, com oferta de uma cerveja. De segunda a sexta-feira, das 12h às 17h, a entrada é gratuita. As crianças até aos 12 anos não pagam e também não têm de comer francesinha: há menus infantis disponíveis.