Os serviços do Palácio da Justiça, no Porto, estiveram hoje encerrados durante quase duas horas devido a uma ameaça de bomba, que se veio a verificar ser falsa, segundo a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Fonte do Comando Metropolitano do Porto da PSP disse à Lusa que o alerta foi dado às 12h54, através de uma chamada anónima.

As averiguações no local foram efetuadas pela Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos da PSP, que concluiu não existir perigo e desmobilizou pelas 14h45.

Segundo fonte do tribunal, a ameaça foi feita através de uma carta, enviada por correio normal e sem remetente.

O trânsito não foi cortado e os serviços voltaram à normalidade perto das 15h00.

No Palácio da Justiça funcionam, entre outros serviços, o Tribunal da Relação do Porto, juízos cíveis e o Tribunal do Trabalho.