O Sol ainda abrilhanta o dia, mas para muitos está na hora de voltar aos dias cinzentos nas selvas de asfalto. Os chapéus de sol começam a fechar, os miúdos já arrumam os baldes e as toalhas estão a abandonar a areia.

Setembro não perdoa e já se contam os dias para o outono chegar. Quase podemos sentir a ameaça das folhas castanhas no chão e de umas nuvens indiscretas a bloquear os raios de sol. Mas para quê sofrer por antecipação? Por enquanto, vamos todos aproveitando as últimas ondas e brisas do mar.

Todos, mesmo. Desde os veraneantes mais fiéis até aos cães mais calorentos. Porque viver debaixo de todo aquele pelo não deve ser fácil, muitos deles não dispensam um belo mergulho no mar e uns momentos debaixo do sol. É assim que são felizes este verão. E recusam-se a deixá-lo partir. Veja na fotogaleria.