Um arranha-céus em Londres, desenhado pelo arquiteto uruguaio Rafael Vinoly e conhecido como o “Walkie-talkie”, foi considerado o “edifício mais feio do Reino Unido”. Ao prédio, com 160 metros de altura, 347 pisos e cuja construção terminou em abril de 2014, foi atribuída a Taça do Carbúnculo, o prémio para o “prédio mais feio construído nos últimos doze meses no país”, concedido pela revista de arquitetura “Building Design”.

O arranha-céus de escritórios, que está localizado no centro financeiro da capital britânica e que no topo tem um jardim, um miradouro e um restaurante, tem sido alvo de muitas críticas. O seu reflexo chegou a derreter carros estacionados ao pé.

“É uma torre que parece de um filme do James Bond. É mais típica de um vilão daqueles filmes. Além disso, pode derreter os carros com o reflexo dos raios de sol”, disse Eleanor Jollifee, um dos membros do júri.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR