Uma guerra de titãs em pleno Oceano Pacífico. Um pescador australiano captou imagens de uma batalha mortífera entre uma serpente e um peixe, ambos venenosos, na costa norte da Austrália.

Rick Trippe, o pescador em causa, contou à BBC que reparou numa cobra marinha que parecia atacar um peixe pedra. Apercebeu-se que o peixe pertencia ao género Synanceia, um grupo onde se incluem peixes tropicais com veneno neurotóxico. Este peixe é um dos mais mortais, explica ele.

150831112540_fish_and_snake_caught_mid-battle__624x351_ricktrippe_nocredit

Créditos: Rick Trippe

Movido pela curiosidade, Rick Trippe pescou os animais quando estavam próximos do casco de um barco afundado durante a II Guerra Mundial. Não era a primeira vez que este pescador lidava com pitons e cobras de grande tamanho. Foi por isso que agarrou a cobra por debaixo da cabeça. “Sou tonto, mas não sou louco”, disse o australiano.

Depois, Rick Trippe devolveu os dois animais à água. Mas nenhum sobreviveu: a cobra dominou o peixe e matou-o, mas também ela acabou por morrer envenenada. É que este peixe tem 13 espinhos, todos eles munidos com veneno capaz de matar um ser humano em duas horas.