Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O diretor de campanha de Sampaio da Nóvoa, José Romano, apresentou a demissão depois de se saber que seria Pedro Delgado Alves a assumir este cargo após as eleições legislativas, conta o Diário de Notícias na edição desta quarta-feira.

“Ontem [domingo] à noite apresentei ao Prof. Sampaio da Nóvoa o meu pedido de renúncia imediata às funções que desempenhava de diretor da sua campanha à Presidência da República. Ao próprio e a toda a equipa da candidatura agradeço a honra maior que me deram ao longo destes seis meses que dedicamos a Portugal”, escreveu José Romano na seu perfil o Facebook.

A publicação tentou contactar José Romano, mas sem sucesso. Pedro Delgado Alves é presidente da junta de freguesia do Lumiar e ex-líder da juventude socialista. Tal como Duarte Cordeiro, escolhido para substituir Ascenso Simões na direção da campanha do PS após a polémica que envolveu os cartazes de António Costa. Delgado Alves também é recandidato a deputado pelo círculo da capital.

Na campanha, Sampaio da Nóvoa tem três representantes de três ex-presidentes da República: o general Luís Sequeira (que representa Ramalho Eanes), José Manuel dos Santos (que representa Mário Soares) e João Bonifácio (que representa Jorge Sampaio),

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR