Portugal manteve o sexto lugar no ‘ranking’ da FIFA, divulgado no sítio oficial do organismo que rege o futebol mundial e que continua a ser liderado pela Argentina, vice-campeã mundial e sul-americana.

Sem qualquer entrada ou saída no ‘top ten’, as únicas alterações entre o 10 primeiros classificados foi a subida do Chile do 10.º para o oitavo posto, por troca com a Inglaterra, que está pela primeira vez atrás do País de Gales, nono posicionado.

À frente da seleção portuguesa na hierarquia da FIFA, além da Argentina, continuam a estar a Bélgica (2.º), a Alemanha (3.ª), campeã mundial em exercício, a Colômbia (4.ª) e o Brasil (5.º).

Entre os países lusófonos, Cabo Verde foi a seleção que desceu mais no ‘ranking’, de 50.º para 56.º, tendo São Tomé e Príncipe caído de 189.º para 190.º, enquanto Angola subiu uma posição, para 88.ª, e Moçambique subiu duas, para 95.º.

Guiné-Bissau e Timor-Leste mantiveram as posições que ocupavam na classificação anterior, respetivamente, 142.º e 163.º, tendo o Irão, treinado pelo português Carlos Queiroz, subido da 41.ª para a 40.ª posição, e o Gabão, orientado por Jorge Costa, da 64.ª para a 63.ª.

  • ‘Ranking’ da FIFA, a 03 de setembro:

1. (1) Argentina, 1.442 pontos.

2. (2) Bélgica, 1.269.

3. (3) Alemanha, 1.248.

4. (4) Colômbia, 1.224.

5. (5) Brasil, 1.209.

6. (6) Portugal, 1.186.

7. (7) Roménia, 1.176.

8. (10) Chile, 1.149.

9. (9) País de Gales, 1.146.

10. (8) Inglaterra, 1.143.

(…)

40. (41) Irão, 716.

56. (50) Cabo Verde, 589.

63. (64) Gabão, 535.

88. (89) Angola, 381.

95. (97) Moçambique, 340.

142. (142) Guiné-Bissau, 191.

163. (163) Timor-Leste, 130.

190. (189) São Tomé e Príncipe, 48.