O radialista da BBC World Service, Seva Novgorodsev, é apontado como o primeiro a levar a música inglesa e norte-americana aos cidadãos que viviam sob o regime soviético. Seva, que começou as suas primeiras emissões em 1977, emitiu o seu último programa esta sexta-feira, na Pushkin House, a casa londrina que celebra a cultura russa.

À emissão somaram-se ainda um documentário televisivo e uma conversa com diversos ex-convidados de Novgorodsev, transmitida ao vivo na página de Facebook da BBC Russa.

O radialista russo é creditado como o primeiro a levar ao país a música de compositores como David Bowie, e de bandas como os Queen ou os Deep Purple, entre muitos outros. As emissões eram gravadas em Londres e transmitidas na Rússia.

Seva Novgorodsev nasceu na Rússia, em São Petersburgo (cidade à data chamada Leninegrado). Seva, que começou por ser um músico jazz, foi contratado pela BBC em 1975, quando um dos membros russos do staff o convidou. O convite, segundo conta o radialista russo, foi “inesperado” mas levou-o a uma longa carreira que agora terminou.

Nos últimos anos, o tempo de emissão de Novgorodsev tinha vindo a diminuir de forma significativa até 2011, altura em que o programa foi reduzido a um mero podcast digital.

Em declarações prestadas ao Guardian, o radialista russo traça um cenário negro do presente da Rússia, apontando a existência de uma “falta de estímulos culturais” no País. Novgorodsev descreve ainda a actualidade dos media média russos, a que aponta um “patriotismo histérico” e um carácter propagandista, que transformou os factos no menos importante.