O ex-Presidente da República Mário Soares foi o primeiro político a visitar o ex-primeiro-ministro José Sócrates, em prisão domiciliária desde sexta-feira. À saída, disse que José Sócrates se encontrava “muito bem” e que estava “muito satisfeito” por encontrá-lo em casa.

A visita de Mário Soares, que chegou pelas 10h00 à Rua Abade Faria, em Lisboa, ocorre no dia de aniversário de José Sócrates, que faz 58 anos. Apesar de questionado pelos jornalistas sobre o processo que envolve o ex-primeiro-ministro, à entrada e à saída da visita, Mário Soares recusou-se a tecer comentários.

José Sócrates foi detido a 21 de novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, no âmbito da Operação Marquês, indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

A decisão de alterar as medidas de coação do antigo primeiro-ministro, o único dos arguidos da “Operação Marquês” que ainda estava na cadeia, foi anunciada na sexta-feira pelo Tribunal da Comarca de Lisboa.

Os advogados de defesa de Sócrates já afirmaram ser “insuficiente” esta alteração na medida de coação imposta ao ex-primeiro-ministro e anunciaram que vão recorrer da decisão.